Projeto na Câmara pode criar novo território: estado do Entorno

Célio Silveira argumenta que a região “vivencia dificuldades, especialmente pela distância entre o centro administrativo do estado e os municípios”.

Por em 08/04/2017 às 12:01

Um projeto aprovado nesta semana pela Comissão de Integração Nacional, Desenvolvimento Regional e da Amazônia da Câmara dos Deputados pode transformar os municípios do Entorno do DF em um novo estado.

O Projeto de Decreto Legislativo 246/15 foi apresentado pelo deputado federal Célio Silveira (PSDB-GO). Ele argumenta que a região “vivencia dificuldades, especialmente pela distância entre o centro administrativo do estado e os municípios”. 

Silveira também cita que a distância “resulta a prestação insuficiente dos serviços públicos […] com consequente deterioração da qualidade de vida. Com essa realidade a população recorre aos serviços públicos do Distrito Federal, especialmente pela proximidade dos municípios com a capital, que ficam demasiadamente sobrecarregados e onerados”. 

Novo Gama faria parte do novo estado.

Novo Gama faria parte do novo estado.

O projeto prevê que a população vote através de um plebiscito. O novo território seria composto por 18 municípios: Abadiânia, Água Fria de Goiás, Águas Lindas, Alexânia, Cabeceiras, Cidade Ocidental, Cocalzinho, Corumbá de Goiás, Cristalina, Formosa, Luziânia, Mimoso de Goiás, Novo Gama, Padre Bernardo, Planaltina (GO), Santo Antônio do Descoberto, Valparaíso e Vila Boa.

A proposta ainda precisa ser analisada pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania e pelo Plenário da Casa. Se ocorrer o plebiscito de forma favorável ao Projeto de Decreto 246/15, será apresentado um projeto de lei complementar para formalizar a decisão.

O projeto traz à tona alguns questionamentos: Melhoraria os serviços públicos? O novo estado seria autossuficiente? Seria mais um estado falido? Deixe a sua opinião nos comentários.

Mais sobre o projeto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *